Será que um MEI realmente não precisa de um contador?

A 7223 90b2fb2673e8af20cd32b76d32f97ec0[1] - Contabilidade em São Paulo | ECONSA Contabilidade e Gestão Empresarial

Compartilhe nas redes!

“Se você não for um bom contador, será como um cego e poderá arcar com grandes prejuízos.” – Frei Luca Pacciolo

Meu objetivo com a publicação desse artigo, é desmistificar uma desinformação que muito embora tem uma certa verdade envolvida, deixa e muito a desejar na coerência dos fatos.

Muitos acreditam que um MEI (Micro Empreendedor Individual) não precisa de um contador, além do mais, todo o processo pode ser feito desde a adesão ao regime e até a manutenção de forma eletrônica com um custo relativamente muito baixo.

Segundo a Lei 128/2008 referente às questões do Microempreendedorismo Individual, não há cláusulas que obriguem o MEI a contratar um contador. As empresas que não ultrapassam o faturamento anual de R$81.000,00 podem fazer a declaração por meio do Simples Nacional.

Contudo, se o valor ultrapassar 32% de seu lucro, o MEI poderá ser tributado em até 27,50%.

No entanto, é aqui que eu gostaria de fazer algumas ressalvas muito importantes alertando aqueles que tenham a intenção de “caminhar com as próprias pernas”, sem a ajuda de um contador.

Os MEI(s) que optarem por fazer o controle financeiro sem a ajuda de um contador devem ter o domínio do seu trabalho. O MEI deve manter uma contabilidade informal, que controle os gastos e faturamento.

Toda a documentação precisa estar organizada por meio de planilhas de fluxo de caixa, notas de compra e venda de mercadorias e notas fiscais arquivadas. A organização da documentação ajudará a manter as contas em dia e até mesmo no preenchimento do Relatório Mensal das Receitas. Esse relatório demonstra o faturamento do mês anterior e deve ser feito até o dia 20 de cada mês.

Se o MEI trabalhar de maneira desorganizada é bem provável que perca o controle contábil. Nesse caso, a ajuda de um contador é fundamental, pois ele poderá orientar e auxiliar o empreendedor a seguir o melhor caminho.

Outro ponto a se observar e que, o regime MEI permite a contratação de um funcionário, portanto, é importante ter um contador para auxiliar na contratação do funcionário. Já que é cabível seguir as normas da CLT e realizar o envio do e-Social.

Assim, esse profissional poderá dar assistência no recolhimento da Guia da Previdência Social e FGTS, afastamentos, licença médica, salário-maternidade etc.

Além dos pontos aqui já mencionados, faço questão de mencionar outras demandas que um contador poderá dar suporte:

  • Abertura e regularização do MEI (esfera federal, estadual e municipal);
  • Declaração de faturamento;
  • Entrega da declaração anual DASN-MEI;
  • Emissão e pagamento da DAS;
  • Analisar a necessidade de alteração de CNAEs;
  • Auxílio para a emissão de nota fiscal;
  • Apuração de custo e lucro da atividade;
  • Possível necessidade de alterar o regime de MEI para Simples (microempresa ou empresa de pequeno porte);
  • Contratação de um funcionário;
  • Retificações diversas;
  • Orientações quanto ao Certificado Digital, dentre outras orientações e análises.

Conforme visto, são muitos detalhes passíveis de acompanhamento por um contador. Dessa maneira, o MEI pode direcionar sua atenção para a sua atividade.

Entenda que o contador é o profissional que desempenha a função de suporte na tomada de decisões. O que isso quer dizer? Quer dizer que esse profissional faz o suporte gerencial dos seus clientes, ou seja, ele desenvolve maneiras de registrar e analisar as mudanças sofridas pelo patrimônio das empresas.

A empresa precisa ver o contador como um parceiro de negócios, pois é ele que norteará o melhor caminho quando as finanças estiverem fora do padrão. Como o contador orienta o empreendedor sobre diversos procedimentos, como a elaboração de relatórios simplificados, por exemplo, o MEI não corre o risco de cometer erros nas suas declarações. Além disso, o empreendedor tem um controle mais preciso do faturamento anual.

Outro fator importante é o enquadramento do MEI. Muitos microempreendedores crescem e são desenquadrados da categoria e se tornam uma Microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP).

Nesse caso, é imprescindível contar com a ajuda de um escritório de contabilidade, pois eles podem oferecer um pacote de serviços mais completo. Também serão necessárias alterações na Receita Federal e na Junta Comercial.

Em resumo, o MEI realmente não “precisaria” ter contador, mas a contratação desse profissional pode ajudá-lo na organização e no desenvolvimento do negócio. Além disso, o contador pode auxiliar na redução de gastos e melhorar os processos de forma eficiente.

MOISES RODRIGUES COIMBRA

Formado emAdministração de Empresas pela Ashworth College (EUA), em Ciências Contábeis pela Universidade Paulista, Pós-graduado em Auditoria Contábil pela Faculdade de São José dos Campos, Especialização em ViabilidadeEconômica de Projetos pela FGV/SP, MBA em Gestão Tributária pela FBT e Especializações Técnicas em Laudos de Valuation.

Fonte: contabeis.com.br

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Mais 80 Varejistas Vendem Redes Sociais[1] - Contabilidade em São Paulo | ECONSA Contabilidade e Gestão Empresarial

Mais de 80% dos varejistas vendem pelas redes sociais

Pesquisa do IDC mostra que mais da metade da receita desses negócios vem das plataformas digitais – um reflexo da pandemia que obrigou os varejistas a explorarem outros canais de venda, além de novas funcionalidades de marketplace e diferentes meios

Hands Holding Puzzle Business Problem Solving Concept 1[1] - Contabilidade em São Paulo | ECONSA Contabilidade e Gestão Empresarial

O que é Holding?

Uma holding poderá ter conjunturas de proteção sucessória e ou simplesmente de administração. Holding tem origem da palavra inglês to hold que significa Controlar e Guardar, aqui já começamos a identificar o seu verdadeiro propósito. Ela é um tipo de organização societária

Take Whatsappnobrasil[1] - Contabilidade em São Paulo | ECONSA Contabilidade e Gestão Empresarial

WhatsApp está desenvolvendo versão paga com recursos extras

O WhatsApp está trabalhando em uma versão paga do aplicativo que virá acompanhada com diversos recursos extras. As informações são do WABetaInfo, portal especializado em novidades do mensageiro de propriedade da Meta. A nova versão é voltada para o ambiente corporativo e, entre

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você!
Especialista pontua o caso da Uber e explica como funciona a…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top